quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Casimiro Cunha

Casimiro Cunha

Queres saber acertar
Quando a luta se avizinha...
Atende ao trio de amor:
Perdoa, serve e caminha.

Há provação no teu campo,
Recordando erva daninha...
Replanta o chão que te coube
Perdoa, serve e caminha.

Ris-te à força, disfarçando
A dor que te desalinha...
Escora-te à paciência
Perdoa, serve e caminha

A injúria fere-te o nome,
Envolta em sombras mesquinhas...
Não chores, nem te defendas,
Perdoa serve e caminha.

Padeces inquietações
De alma cansada e sozinha...
Trabalha com mais ardor,
Perdoa, serve e caminha...

Ouviste maledicência,
Denuncia, intriga, picuinha...
Detém-te no bem que possas,
Perdoa, serve e caminha.

Viste quedas, deserções,
Amigos perdendo a linha...
Não lamentes, nem censures,
Perdoa, serve e caminha.

Suspiras pelo refúgio,
Onde a paz surge e se aninha...
Simplifica a própria estrada,
Perdoa, serve e caminha.

Se indagares do Senhor
Como honrar-lhe a Glória e a Vinha,
Jesus te responderá:
Perdoa, serve e caminha.



Do livro Correio Fraterno. Espíritos Diversos.
Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

A Estrela verde


A ESTRELA VERDE

Era uma vez... Milhões e milhões de estrelas no céu. Havia estrelas de todas as cores.:
brancas, lilazes, prateadas, douradas, vermelhas, azuis.
Um dia, elas procuraram o Senhor Deus, Todo-Poderoso, o Senhor Deus do Universo e
disseram-lhe:
- Senhor Deus, gostaríamos de viver na Terra, entre os homens.
- Assim será feito, respondeu Deus. Conservarei todas vocês pequeninas, como são vistas,
e podem descer à Terra.
Conta-se que naquela noite, houve uma linda chuva de estrelas. Algumas se aninharam
nas torres das igrejas, outras foram brincar e correr com os vagalumes, no campo, outras misturaram-se aos brinquedos das crianças e a Terra ficou maravilhosamente iluminada.
Porém, passado algum tempo, as estrelas resolveram abandonar os homens e voltar para
o Céu, deixando a Terra escura e triste.
- Por que voltaram? perguntou Deus, a medida que elas chegavam ao Céu.
- Senhor, não nos foi possível permanecer na Terra. Lá existe muita miséria, muita desgraça,
muita fome, muita violência, muita guerra, muita maldade e muita doença.

E o Senhor lhes disse:
- Claro, o lugar real de vocês é aqui no Céu. A Terra é o lugar do transitório,
daquilo que se passa, do ruim, daquele que cai, daquele que erra, daquele que morre,
é onde nada é perfeito.
Aqui no Céu, é o lugar da perfeição. O lugar onde tudo é imutável, onde tudo é eterno,
onde nada padece.
Depois de chegarem todas as estrelas e conferindo o seu número, Deus falou de novo:
- Mas está faltando uma estrela. Perdeu-se no caminho?
Um anjo, que estava perto retrucou:
- Não, Senhor. Uma estrela resolveu ficar entre os homens. Ela descobriu que seu lugar é exatamente onde existe imperfeição, onde há limites, onde as coisas não vão bem.
- Mas que estrela é essa? Voltou Deus a perguntar.
- Por coincidência, Senhor, era a única estrela dessa cor.
- E qual é a cor dessa estrela? insistiu Deus.

E o anjo disse:
- A estrela é verde, Senhor. A estrela verde do sentimento de esperança.
E quando então olharam para a Terra, a estrela não estava só.
A Terra estava novamente iluminada, porque havia uma estrela verde no coração de
cada pessoa.

Porque o único sentimento que o homem tem e Deus não tem é a esperança. Deus já conhece
o futuro.
E a esperança é própria da natureza humana. Própria daquele que cai, daquele que erra,
daquele que não é perfeito, daquele que ainda não sabe como será seu futuro.
das igrejas, outras foram brincar e correr com os vagalumes, no campo, outras misturaram-se
aos brinquedos das crianças e a Terra ficou maravilhosamente iluminada.
Porém, passado algum tempo, as estrelas resolveram abandonar os homens e voltar para o Céu, deixando a Terra escura e triste.
- Por que voltaram? perguntou Deus, a medida que elas chegavam ao Céu.
- Senhor, não nos foi possível permanecer na Terra. Lá existe muita miséria, muita desgraça,
muita fome, muita violência, muita guerra, muita maldade e muita doença.
E o Senhor lhes disse:
- Claro, o lugar real de vocês é aqui no Céu. A Terra é o lugar do transitório, daquilo
que se passa, do ruim, daquele que cai, daquele que erra, daquele que morre, é onde nada é perfeito.
Aqui no Céu, é o lugar da perfeição. O lugar onde tudo é imutável, onde tudo é eterno, onde
nada padece.
Depois de chegarem todas as estrelas e conferindo o seu número, Deus falou de novo:
- Mas está faltando uma estrela. Perdeu-se no caminho?
Um anjo, que estava perto retrucou:
- Não, Senhor. Uma estrela resolveu ficar entre os homens. Ela descobriu que seu lugar é exatamente onde existe imperfeição, onde há limites, onde as coisas não vão bem.
- Mas que estrela é essa? Voltou Deus a perguntar.
- Por coincidência, Senhor, era a única estrela dessa cor.
- E qual é a cor dessa estrela? insistiu Deus.
E o anjo disse:
- A estrela é verde, Senhor. A estrela verde do sentimento de esperança.
E quando então olharam para a Terra, a estrela não estava só.
A Terra estava novamente iluminada, porque havia uma estrela verde no coração de
cada pessoa. Porque o único sentimento que o homem tem e Deus não tem é a esperança.
Deus já conhece o futuro, e a esperança é própria da natureza humana. Própria daquele que cai, daquele que erra, daquele que não é perfeito, daquele que ainda não sabe como será seu futuro.

DIVERGÊNCIAS E COMPREENSÃO Vivemos em sociedade para convivermos uns com os outros e aprendermos a compreender o outro como ele é e não como gostaríamos que ele fosse, desta forma cada um tem uma opinião, cada um reage a sua forma de acordo com o acontecimento que se apresenta, assim sendo geramos várias divergências de opiniões, isso é natural pois o nosso Criador nos fez diferentes justamente para aprendermos a conviver com as diferenças dos nossos irmãos de jornada, tendo assim que colocarmos em prática uma virtude valiosíssima que é a compreensão. Através da compreensão evitamos vários desgastes emocionais em nossa trajetória, porque aceitamos no outro exatamente o que ele é, juntamente com suas opiniões, ações e atitudes, mesmo com opiniões diferentes. Quando colocamos a compreensão em nosso convívio seja social, familiar ou emocional, estamos propondo ao outro o diálogo sincero e nos colocamos a disposição para ouvi-lo em suas opiniões, e com isso geramos em nós e nos outros a boa convivência e a harmonia das opiniões. Divergir faz parte do nosso processo d

DIVERGÊNCIAS E COMPREENSÃO

Vivemos em sociedade para convivermos uns com os outros
e aprendermos a compreender o outro como ele é
e não como gostaríamos que ele fosse, desta forma cada um
tem uma opinião, cada um reage a sua forma de acordo com
o acontecimento que se apresenta, assim sendo geramos várias
divergências de opiniões, isso é natural pois o nosso Criador
nos fez diferentes justamente para aprendermos a conviver
com as diferenças dos nossos irmãos de jornada,
tendo assim que colocarmos em prática uma virtude
valiosíssima que é a compreensão.
Através da compreensão evitamos vários desgastes emocionais
em nossa trajetória, porque aceitamos no outro exatamente
o que ele é, juntamente com suas opiniões, ações e atitudes,
mesmo com opiniões diferentes.
Quando colocamos a compreensão em nosso convívio seja social,
familiar ou emocional, estamos propondo ao outro o diálogo
sincero e nos colocamos a disposição para ouvi-lo em suas opiniões,
e com isso geramos em nós e nos outros a boa convivência
e a harmonia das opiniões.
Divergir faz parte do nosso processo de aprendizado
e compreender é um ato de amor ao próximo.
(Gotas de Paz)

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

mensagemde Ramatis

(Mensagem psicografada, em 28 de Maio de 1983)
Exércitos do Cristo
Estais preparados para a grande batalha? De que maneira vos tendes exercitado a fim de que, à hora exata possais doar a vossa contribuição? Como tendes agido no vosso dia? Tendes aproveitado as bênçãos do Pai e distribuído com os irmãos menos favorecidos, os bens e os conhecimentos que vos excedem?
Estais realmente dispostos a servirem neste exército de renúncias e sacrifícios? Tendes já o conhecimento de que, para se contatarem com humanidades evoluídas de outros orbes, urge que já se tenha aprendido a conviver com os vossos iguais?
Estais esclarecidos quanto à necessidade da abstinência de todo o aparato material, que tolhe o vosso engrandecimento para a escalada do espírito?
Fazei um julgamento de vós próprios, como interessados nas profundas realizações do campo espiritual, inclusive no intercâmbio com irmãos extraterrestres e vede o que pudestes realizar até agora a fim de merecerdes tão generosa oportunidade.
Não desanimeis, estamos unidos para vos esclarecer e orientar, mas deixemos claro nesta mensagem, que é importantíssimo para cada um de vós, aprimorar vossas qualidades no que concerne ao desenvolvimento de toda a humanidade.
Preocupai-vos diariamente com os vossos atos, gestos e palavras, pois estamos convosco a todo instante oferecendo-vos as mãos, no entanto toda queda requer um esforço muito grande de nossa parte para que possamos ajudar-vos a levantarem.
Guia-nos uma grande esperança de encontrarmos aqui verdadeiros Soldados do Cristo, abnegados batalhadores da hora final. E chegado o momento de exercitarem vossas forças, haveis de reconhecer que não foram em vãos esses treinamentos que ora assimilam.
Que a Força que emana do Pai Celestial vos encha de coragem na hora amarga das provações coletivas.
No céu vos esperamos.
Ramatis

sábado, 15 de outubro de 2011

Divaldo P. Franco

http://youtu.be/Oim-MXqZ4E4Aparências

Não acuse o irmão que parece mais abastado.
Talvez seja simples escravo de compromissos.
Não condene o companheiro guindado à autoridade.
É provável seja ele mero devedor da multidão.
Não inveje aquele que administra, enquanto você obedece.
Muitas vezes, é um torturado.
Não menospreze o colega conduzido a maior destaque.
A responsabilidade que lhe pesa nos ombros pode ser um tormento incessante.
Não censure a mulher que se apresenta suntuosamente.
O luxo, provavelmente, lhe constitui amarga provação.
Não se agaste com o amigo mal-humorado.
Você não lhe conhece todas as dificuldades íntimas.
Não se aborreça com a pessoa de conversação ainda fútil.
Você também era assim quando lhe faltava experiência.
Não murmure contra os jovens menos responsáveis.
Ajude-os, quanto estiver ao seu alcance,
recordando que você já foi leviano para muita gente.
Não seja intolerante em situação alguma.
O relógio bate, incessante, e você será surpreendido
por inúmeros problemas difíceis em seu caminho e no caminho daqueles que você ama.

(André Luiz & Divaldo P. Franco)

Decálogo Do Bom ânimo

Decálogo do bom-ânimo
1- Dificuldades? Não perca tempo,
lamuriando.Trabalhe.
2- Críticas? Nunca aborrecer-se com elas.
Aproveite-as no que mostrem de útil.
3- Incompreensões? Não torná-las
maiores, através de exigências e queixas.
Facilite o caminho.
4- Intrigas? Não lhes estenda a sombra.
Faça alguma luz com o óleo da caridade.
5- Perseguições? Jamais revidá-las.
Perdoe esquecendo.
6- Calúnias? Nunca enfurecer-se contra
as arremetidas do mal. Sirva sempre.
7- Tristezas? Afaste-se de qualquer disposição
ao desânimo. Ore abraçando os próprios deveres.
8- Desilusões? Porque debitar aos outros
a conta de nossos erros? Caminhe para frente,
dando ao mundo e à vida o melhor ao seu alcance.
9- Doenças? Evite a irritação e a inconformidade. Raciocine nos benefícios que os sofrimentos
do corpo passageiro trazem à alma eterna.
10- Fracassos? Não acredite em derrotas.
Lembre-se de que, pela bênção de Deus ,
você está agora em seu melhor tempo,- o tempo
de hoje, no qual você pode sorrir e recomeçar,
renovar e servir, em meio de recursos imensos.
_André Luiz_

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Para Refletir

PARA REFLETIR

Quando na minha vida,
Se faz necessário superar tristezas,
Eu olho para cima,E agradeço a Deus,Por viver.
Depois olho para dentro de mim,
E vejo os meus próprios valores.
Recordo as minhas conquistas,
E esqueço as minhas dores, que foram necessárias,
Para engrandecer a minha caminhada.
Lembro que todos nós
Possuímos uma força interior,
Que nos dá um poder extraordinário
De superar tristezas,
De curar feridas,
Recuperar-se dos choques da vida,
Renascer sempre,
Erguer-se,
Ultrapassar,
Elevar.
Sempre teremos a chance
De conquistar os verdadeiros tesouros.
Somos privilegiados,
Podemos ver a luz!
Essa luz que vem de Deus,
E ilumina as nossas vidas.
Privilegiados somos
Por fazer parte desse mundo,
E compartilharmos tantos sentimentos,
Vivendo bons momentos.
Devemos ter esperanças sempre,
Pois a felicidade,
Todos nós poderemos encontrar!
Basta acreditar!

melhorar Sempre

"MELHORAR SEMPRE"

"Por isso também os que sofrem segundo a vontade de Deus
encomendem suas almas ao fiel Criador, na prática do bem.”
— Pedro (I Pedro, 4:19.)



"Justo lembrar que a Providência Divina nos endereça todos à paz e à felicidade,
ao aperfeiçoamento e à vitória.
Entretanto, quantas vezes e quantos de nós, a meio caminho para o triunfo, nos
motivamos para a frustração e marginalizamo-nos por tempo indeterminado em
desânimo e pessimismo?
Prendemo-nos ao lado negativo de contratempos salvadores e costumamos
dizer:
— Nada posso.
— Tudo é contra mim.
— Só vejo trevas.
— Sou um caso perdido.
— Moro no azar.
— Sou sempre infeliz.
— A vida é uma carga insuportável.
Na fieira de semelhantes condenações, esquecemo-nos de que cada qual de nós
tem o seu mundo próprio, e, se induzimos o nosso próprio mundo ao fracasso, quem nos livrará do fracasso, se somos todos criaturas de Deus com a faculdade de criar os nossos próprios destinos?
Consideremos isso, selecionando expressões e afirmações compatíveis com a
nossa condição de espíritos imortais, ante as Leis do Universo.
Uma frase estabelece determinada disposição.
Determinada disposição produz certa atividade específica.
Certa atividade específica gera circunstâncias.
E circunstâncias constroem a vida.
Em todos os lances da existência, procuremos palavras de esperança e fé, alegria e
bênção para usá-las a benefício próprio, de vez que, ainda mesmo nos últimos degraus do sofrimento, dispomos nós todos, com o amparo de Deus, do privilégio de renovar e da felicidade de servir."
(Emmanuel, na obra "Fonte de Paz", Espíritos Diversos/Francisco Cândido Xavier)

Cada um de Nós

video
video
"Cada um de nós é colocado no lugar apropriado para melhor servir.

Muitas vezes, dadas as dificuldades de que nos vemos cercados, deixamos de operar no bem, justamente alegando empecilhos e percalços.

Entretanto, a criatura que verdadeiramente mantém o ideal de realizar o bem ao seu semelhante, o faz, independente de qualquer circunstância."


Redação do Momento Espírita, com base em vídeo de treinamento intitulado Desistir, jamais! da Siamar.

Voce Pode

VOCÊ PODE!!

Carregando nos próprios ombros as aflições que fustigam a Terra,
o Senhor acreditou nas promessas de fidelidade que você lhe fez,
enviando-lhe ao caminho aqueles irmãos necessitados de mais amor.
Chegam eles de todas as procedências...
É a esposa fatigada esperando carinho; é o companheiro abatido implorando,
em silêncio, esperança e consolo.
De outras vezes, é o filho desorientado suplicando compreensão ou o parente,
na hora difícil, aguardando braços fraternos.
Agora é o amigo tranviado, esmolando compaixão e ternura, depois, talvez,
será o vizinho atormentado em problemas esfogueantes, pedindo bondade
e cooperação.
Isso acontece, porquanto você pode compartilhar com Ele a tarefa do auxílio.
Não desdenhe, desse modo, apoiar o bem.
Acendamos a luz, onde as trevas se adensem; articulemos tolerância,
ao pé da agressividade; envolvamos as farpas da cólera em algodão de brandura;
conduzamos a paz por fonte viva sobre a discórdia, toda vez que a
discórdia se faça incêndio destruidor...
Deixe que Ele, o Mestre, se revele por sua palavra e por suas mãos.
Não impeça a divina presença, através de seu passo, no amparo às humanas dores.
E, nessa estrada bendita, depois da luta cotidiana, sentirá você no imo da própria
alma, o sol da alegria perfeita repetindo, de coração erguido à verdadeira felicidade.

- Obrigado Jesus, porque na força de Tua bênção, consegui esquecer-me,
procurando servir.

ANDRÉ LUIZ
(Do livro Ideal Espírita, cap. 07, F.C.X., edição CEC)
AMIGOS ME PERDOEM ESTES DIAS POR NÃO TER TIDO 

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Porque Com a mesma medida com que medirdes tánbem vos medirão

Porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão.”
– Jesus. (Lucas, 6:38).


Para o esquimó, o céu é um continente de gelo, sustentado a focas.

Para o selvagem da floresta, não há outro paraíso, além da caça abundante.

Para o homem de religião sectária, a glória de além-túmulo pertence exclusivamente a ele e aos que se lhe afeiçoam.

Para o sábio, este mundo e os círculos celestiais que o rodeiam são pequeninos departamentos do Universo.

Transfere a observação para o teu campo de experiência diária e não olvides que as situações externas serão retratadas em teu plano interior, segundo o material de reflexão que acolhes na consciência.

Se preferes a tristeza, anotarás o desalento, em cada trecho do caminho.

Se duvidas de ti próprio, ninguém confia em teu esforço.

Se te habituaste às perturbações e aos atritos, dificilmente saberás viver em paz contigo mesmo.

Respirarás na zona superior ou inferior, torturada ou tranquila, em que colocas a própria mente.

E, dentro da organização na qual te comprazes, viverás com os gênios que invocas.

Se te deténs no repouso, poderás adquiri-lo em todos os tons e matizes, e, se te fixares no trabalho, encontrarás mil recursos diferentes de servir.

Em torno de teus passos, a paisagem que te abriga será sempre em tua apreciação aquilo que pensas dela, porque com a mesma medida que aplicares à Natureza, obra viva de Deus, a Natureza igualmente te medirá.
***************
Emmanuel
Pão Nosso

segunda-feira, 3 de outubro de 2011


ORAÇÃO

Senhor, Se eu acordar com fome, Faça com que meus olhos vejam primeiro
o sol. Se eu me sentir só, Não deixa eu esquecer minha eterna companheira,
a esperança, Se eu sentir piedade de mim, Mostre-me os que ainda sofrem
mais do que eu.

Se eu sentir medo, Não deixe a noite durar além de seu tempo. Se eu pecar,
Perdoa esta filha(o) que ainda não te alcançou. Se a sede vier, Permita que
a chuva caia em meu pote que está limpo. Se eu deixar de orar, Chama a
minha atenção com o frio dos homens que passam por mim.

Se esquecer de agradecer Oculta-me as estrelas desta noite, eu lembrarei.
Se perder meu rumo, Ilumine meus sonhos, que são tantos! Se ficar sem
teto, Dá-me mais saúde, assim errarei com vigor. Senhor, Não quero pedir
tanto, Minha alma está exposta ao mundo. Meu lamento é tão somente
uma oração, E se estou aqui, É porque sei que existes. Amém.

Paz, amor, luz e compaixão!!!!!!!

confie sempre

Confia sempre na ajuda divina.

Quando te sentires sitiado, sem qualquer possibilidade de liberação, o socorro te chegará de Deus.

Nunca duvides da paternidade celeste.

Deus vela por ti, e te ajuda, nem sempre como queres, porém, da melhor forma para a tua real felicidade.

Às vezes, tens a impressão de que o auxílio superior não virá ou chegará tarde demais.

Passado o momento grave, constatarás que o recebeste alguns minutos antes, caso tenhas perseverado à sua espera.
**************
Livro: Vida Feliz
Joanna de Ângelis

Cultvando a paciencia

Cultivando a Paciência

Se você foi vítima de preterição em serviço, reconhecerá que isso aconteceu, em favor da sua elevação de nível;

Se perdeu o emprego, ante a perseguição de alguém que lhe cobiçou o lugar, creia que alcançará outro muito melhor;

Se um companheiro lhe atravessou o caminho, atrapalhando-lhe um negócio, transações mais lucrativas aparecerão, amanhã, em seu benefício;

Se determinada criatura lhe tomou a residência, manejando processos inconfessáveis, em futuro próximo, terá você moradia muito mais confortável;

Se um amigo lhe prejudica os interesses, subtraindo-lhe oportunidades de progresso e ajustamento econômico, guarde a certeza de que outras portas se lhe descerrarão mais amplas aos anseios de paz e prosperidade;

Se pessoas queridas lhe menosprezam confiança, outras afeições muito mais sólidas e mais estimáveis surgirão a caminho, garantindo-lhe a segurança e a felicidade.

Mas nunca pretiras, não persigas, não atrapalhes, não desconsideres, não menosprezes e nem prejudiques a ninguém, porque sofrer é muito diferente de fazer sofrer e a dívida é sempre uma carga dolorosa para quem a contrai.
*********************
Albino Teixeira & Francisco Cândido Xavier

Não Merecem

Guarde-se do mal e defenda-se dele com a realização do bem operante. O mal não merece consideração.
Há muito que fazer, valorizando a oportunidade de serviço que surge inesperada.
A intriga não merece a atenção dos seus ouvidos.
A injúria não merece o respeito da sua preocupação.
A ingratidão não merece o zelo da sua aflição.
O ultraje não merece o seu revide verbalista.
A mentira não merece a interrupção das suas nobres tarefas.
A exasperação não merece o seu sofrimento.
A perseguição gratuita não merece a sua solicitude.
A maledicência não merece o alto-falante da sua garganta.
A inveja não merece o tempo de que você necessita para o trabalho nobre.

Os maus não merecem a sua inquietação.
Entregue-os ao tempo benfazejo.

Abra os braços ao dever, firme-se no solo do serviço, abrace-se à cruz da responsabilidade, recordando o madeiro onde expirou o Cristo e, em perfeita magnitude, desafie a fúria do mal.
O lídimo cristão é fiel servidor.

Você tem somente um amo a quem prestará contas: Jesus!

Preocupado com o que deve fazer, não pare a escutar os que não têm o que fazer ou nada querem fazer.
Transformando-se em antena viva da inspiração superior, registre o ensinamento evangélico do amor, no coração, viva-o na ação e prossiga sem medo.

Você sabe que em toda seara existem abelhas diligentes e marimbondos destruidores. Também, não ignora “que os maus por si mesmos se destroem”, como afirma a sabedoria popular.

Identifique no obstáculo o ensejo iluminativo e não se detenha.

Por essa razão, enquanto a ventania açoita, guarde a sua fé robusta e, sem dar atenção ao mal, esteja acautelado, porque, não descendo às ondas mentais dos maus, você paira inatingível nas vibrações superiores das Altas Potências da Vida. Doe amor e, assim, faça o bem, para que não venha “a responder por todo mal que haja resultado de não haver praticado o bem”.
..............................
Marco Prisco
O Ciúme


A presença do ciúme no teu comportamento é sinal de desequilíbrio.


O ciúme jamais será o sal temperando o amor.


Desconfiança e insegurança significam a manifestação do ciúme.


Quando ele se introduz na afectividade altera a paisagem dando surgimento a pesadelos e perturbações prejudiciais.


Supera as insinuações ciumentas na tua conduta, amando com tranquilidade e confiando em paz.


Se a pessoa amada não corresponder à expectativa, segue adiante, porque prejuízo é dela.
**********
Livro: Vida Feliz
Joanna de Ângelis